Skip to main content

Arco-íris do Rotary

Skip to main content

Grupo de Companheirismo para membros e amigos do grupo LGBT

por

Durante o workshop “Acolhendo a Comunidade LGBTQ na Família do Rotary” na Convenção de 2017 do Rotary International em Atlanta, Michelle Wilson, do Rotary Club de Athens Sunrise, nos EUA, perguntou por que o Rotary ainda não tinha um grupo para pessoas LGBT+ e se não seria a hora de formar um grupo do tipo. “A resposta foi muito encorajadora”, lembra ela.

Antes mesmo da sessão terminar Sean O'Hara, do Rotary Club de Lake Charles Happy Hour, também nos EUA, criou uma página aberta no Facebook para o público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros). Michelle deixou a reunião com uma pilha de cartões de visita de pessoas que queriam fazer parte da possível agremiação. Foi assim que nasceu o Grupo de Companheirismo LGBT+.

Entre reuniões regulares pelo Zoom em inglês, espanhol e português membros como Michelle, que é a atual presidente do grupo, conversam com os clubes sobre a promoção da diversidade e a experiência LGBT no Rotary.

O grupo oferece recursos aos clubes que querem ser mais diversificados e acolhedores para todos, e trabalha com eles em projetos que apoiem a comunidade LGBT.

Orgulho do Rotary

Sou rotariano há mais de 20 anos, e Dar de Si Antes de Pensar em Si está no meu DNA. Tenho 66 anos e saí do armário aos 61. Servir à comunidade LGBT é uma forma de homenagear aqueles que vieram antes de mim. — Ronald Schoenmehl, Rotary Club de San Diego Downtown Breakfast, EUA

Quando me tornei presidente do meu clube, meu marido estava sentado ao meu lado. No ano seguinte, quando passei o martelo da presidência, meu marido colocou na minha lapela o alfinete de diamante de ex-presidente que meu saudoso pai recebeu em 1976, quando seu mandato terminou. Eu o uso desde então! — David Bricka, Rotary Club de Sedro Woolley, EUA

Só de ter um grupo onde eu posso interagir com outros rotarianos que têm preferências semelhantes às minhas, num ambiente onde podemos ser nós mesmos, prova que agora estou completamente incluída no Rotary.


Rotary Club de Wellston, Ohio

Fazendo progresso

Fui uma das primeiras presidentes abertamente transgênero de um Rotary Club. Tivemos uma reunião para falar da interação entre o Rotary e a comunidade LGBT. Nenhuma dessas duas coisas poderia ter acontecido a 10 anos atrás. — Monica Mulholland, Rotary Club de Queenstown, Nova Zelândia

Desde 1989, quando fui intercambista do Rotary, meu envolvimento com a organização não parou. Fui associado do Rotary Club de Hollywood, e no final dos anos 90 ajudei a fundar o Rotary Club de San Francisco-Castro. O Rotary é muito mais inclusivo hoje do que em qualquer outro momento da nossa história.


Rotary Club for Global Action District 5150, EUA

Estou otimista que, no futuro pós-pandêmico, alguns Rotary Clubs participarão de eventos do Orgulho Gay e apoiarão a comunidade LGBT de outras formas. Nossos clubes precisam identificar as organizações comunitárias pró-LGBT que precisam do nosso apoio, amizade e mentoria. — John Culshaw, Rotary Club de Iowa City, EUA

Justiça para todos

Muitos associados, e até mesmo clubes inteiros, costumam fechar as portas àqueles que falam sobre a temática LGBT por acharem que têm teor político. Eles estão errados! O assunto não tem a ver com política, mas, sim, com direitos humanos. Temos sempre que ter a Prova Quádrupla em mente!


Como mulher transgênero, estou interessada no tratamento justo de todos, independentemente do gênero. Hoje, a maioria das pessoas sabe que a identidade de gênero não é uma doença, mas algo comum. Embora as gerações mais jovens estejam paulatinamente adotando uma atitude aberta em relação ao público LGBT, a mudança ainda é, de modo geral, muito lenta. — Wen-Yue Huang, Rotary Club de Taipei Nanlung, Taiwan

Já está mais do que na hora de contarmos toda a história de quem somos, mesmo que não se encaixe em padrões estabelecidos. Ser autêntico requer coragem, e a aceitação de quem somos está nos libertando. — Mary MacLean, Rotary Club de Bozeman,  EUA

“Ter entrado no Rotary e ingressado no Grupo de Companheirismo LGBT+ me deu mais propósito e oportunidades de engajamento do que nunca antes.” — R. Lee Donaldson, Rotary E-Club de Hawaii

Artigo originalmente publicado na edição de junho da revista Rotary.

Grupo de Companheirismo para membros e amigos do grupo LGBT